Carregando Eventos

« Todos Eventos

Virtual Evento Virtual Evento
  • Este evento já passou.

Taiwan: porque a China luta por esse território?

13 maio @ 15:00 - 16:00

Virtual Evento Virtual Evento

O que vai ter no encontro?

Depois de ver-se obrigado a abandonar a China continental, vencido pelos comunistas de Mao Zedong, o generalíssimo Chiang Kai-shek reorganizou a cúpula do partido nacionalista Kuomintang na ilha de Taiwan, onde já meses antes da derrota definitiva se haviam estabelecido muitos membros da administração do estado republicano, em busca de um lugar seguro desde onde poder organizar a luta contra as tropas do Partido Comunista da China, que avançavam na sua marcha para a vitória total.

A vitória dos comunistas na guerra civil empurrou para o exílio em Taiwan aproximadamente dois milhões de chineses do continente.

As instituições da República da China, com a sua constituição aprovada em 1947, mantiveram a sua existência na pequena ilha.

Enquanto os países do bloco socialista reconheceram a República Popular já em 1949, muitos países do mundo continuaram a reconhecer a República da China como governo legítimo de toda a China até aos anos 1970. Isto permitiu à governação do Kuomintang manter o assento correspondente à China nas Nações Unidas até 1971.

Durante este tempo, a República da China negou-se a permitir qualquer tipo de acesso às Nações Unidas tanto da República Popular da China como da República Popular da Mongólia (actual República da Mongólia), esta última considerada também território chinês pela constituição de 1947. No dia 23 de novembro de 1971, o assento correspondente à China nas Nações Unidas passou a ser ocupado pela República Popular Chinesa. Em 14 de março de 2005, a República Popular da China aprovou a Lei Anti-secessão que contempla a intervenção armada em caso de uma declaração formal de independência de Taiwan.

Estes acontecimentos levaram a uma suavização da retórica independentista dos actuais governantes de Taiwan. A opinião maioritária na ilha parece favorecer a manutenção do status quo no futuro.

Muita história para discutir!

COM QUEM É O ENCONTRO?

Roberto Coelho

Possui graduação em Publicidade pela Fundação Armando Alvares Penteado (1983), mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1993) e doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999).

Atualmente é professor e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, foi pesquisador do CELACC USP, foi professor de pós-graduação no SENAC, foi Professor convidado na Faculdade Cásper Libero e professor da Universidade Paulista.

Tem experiência na área de História, com ênfase em História Moderna e Contemporânea; experiência em teoria da mídia, teoria da cultura, teoria da comunicação.

É professor em pós-graduação em história da arte, marketing e planejamento e desenvolvimento de produtos além de Arte Terapia com ênfase em Yung.

Na Pós-graduação do Senac foi professor de branding, ferramentas de comunicação institucional, metodologia científica e marketing digital. É professor no Museu de Arte Sacra de São Paulo.



Gostou?

Você precisa estar logado para poder participar!

ENTRARCADASTRE-SE GRÁTIS!

Detalhes

Data:
13 maio
Hora:
15:00 - 16:00
Categoria de Evento:

Privacy Preference Center

Dúvidas?! CLIQUE AQUI para mensagem no WhatsApp